Deixe um recado pra mim...

Encontre o que procura...

Google

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

"Clássico dos Milhões" Centésima Edição (Mixto x Operário-VG): EU FUI!


Eu nunca havia ido ao Estádio Governador José Fragelli, o "Verdão" para assistir a um jogo de futebol. Só fui para eventos do tipo "Festival Internacional do Folclore" e coisas do gênero.
Pois então, nada melhor que o centésimo "Clássico dos Milhões" para esta estréia. E foi assim...
Na companhia do meu cunhado, operariano, estive mesmo de camisa do Grêmio, na torcida do Operário, nas gerais do Verdão.
Gente bacana. Torcedores empolgados. Personalidades importantes da sociedade matogrossense. Ex-atletas dos tempos de ouro do nosso futebol. Todos num mesmo clima de festa e de solidariedade ao clube, acolhiam com gentileza os recém-chegados como eu.
Até o Nasser, um dos mitos operarianos, eu conheci nessa tarde de domingo de dez de fevereiro.
Confesso que a simpatia dos torcedores operarianos me cativaram e acabei de fazer a minha escolha por um clube local, coisa que eu não tinha desde 1983 quando aqui cheguei.
Claro, continuo Gremista até na Lua, mas agora o Operário tem a minha simpatia, até porque, moro em Várzea Grande já há alguns anos.


OPERÁRIO FUTEBOL CLUBE LTDA
Fundação: 01/05/2002
Várzea Grande – MT
Cep: 78110-310
www.operariofutebolclube.com.br
Campo de Jogo: Estádio Gov. José Fragelli "Verdão"
Cores: branco, vermelho e verde.


MIXTO ESPORTE CLUBE
Fundação: 20/05/1934
Cuiabá – MT
Cep: 78000-000
www.mixtoec.com.br
Campo de Jogo: Estádio Dutrinha
Cores: preto e branco.




Clássico dos Milhões não teve vencedor e o Chicote mantém o Tabu de 23 meses sem perder do Mixto.

10/02/2008


Mixto 1 x 1 Operário

Com um publico sensacional o clássico dos Milhões trouxe de volta a alegria ao povo Cuiabano. Houve inclusive tumulto nas bilheterias do estádio coisa que não ocorria há muito tempo, bom sinal. Como ninguém vai falar, falamos-nos, vários fatores contribuíram para isso um deles foi o envolvimento da imprensa e a organização da federação e das equipes. Apesar de que houve chiadeira da torcida por dois motivos uma ela tem razão outra não.

Queria ônibus a 1 real o prefeito Wilson Santo presente no clássico informou que a tarifa social é para os feriados e não aos domingos, mas pode estudar futuramente para os clássicos. Quanto a outra reclamação é que foi alegado na portaria que a entrada para estudante já tinha acabado, a lei manda no mínimo 20% da carga dos ingressos colocados a venda.

O jogo

O jogo começou bastante equilibrado em seu inicio, a torcida vibrava até em cobrança de laterais, mas o Operário foi se soltando e passou ser melhor em campo, passando a comandar as ações, mas como em clássico acontecesse de tudo, foi o Mixto que teve o melhor momento. Numa jogada na área o zagueiro Mauricio Canhão do Chicote perdeu o tempo da bola e tocou nela com a mão e o árbitro Mauricio Aparecido Siqueira, marcou pênalti. Na cobrança o goleiro Hernandes defendeu, levando a torcida operariana ao delírio.

Mas o Mixto não desanimou por ter perdido o pênalti e foi pra cima para tentar superar. Mesmo se poder contar com Dinei porque a documentação não ficou pronta o time tinha em Carlinhos Bala e Carlos Alberto sua grande esperança. Aos 42 minutos o gol aconteceu numa jogada sensacional envolvendo Carlos Alerto, Fernando e por ultimo Carlinhos Bala que recebeu um toque de calcanhar de Carlos Alberto deu apenas um tapinha e saiu para o abraço. Explosão geral da torcida alvinegra. Em seguida o Mixto teve tudo para aumentar a bola foi no travessão e Hernandes salvou na seqüência mostrando que o tricolor sentiu o gol.

No segundo tempo o Operário fez uma alteração e voltou decidido a mudar a história do jogo. Gilmarzinho tirou Junior Paraíba e colocou Jedson Barão. Em linda jogada de Renan aos 20 minutos ele ia fazendo um “alto” gol, mas o goleiro Douglas do Mixto fez defesa sensacional, evitando o empate. Mas não demorou muito aos 25 minutos o técnico Gilmarzinho resolveu o problema tirou Igor cansado e botou o atacante Marquinhos filho do técnico Marcos Birigui, minutos depois Renan faz boa jogada e manda bola na área lá estava Marquinhos para empatar o jogo. Já o técnico Arildo não deu a mesma sorte, minutos antes quando ainda ganhava o jogo tinha tirado o atacante Carlos Alberto para colocar o marcador Marcio, tomou o gol e ficou sem poder de fogo.

Ficha Técnica

Mixto - Douglas; Ezequiel, Evandro, Dentinho e Lucas; Bogé, Diego Nunes, Jean e Fernando; Carlinhos Bala e Carlos Alberto (Marcio). Técnico - Arildo Berdum.

Operário - Hernandes; Babalú, Odair Junior, Tiago Lugano, Mauricio Canhão e Fabiano; Dudu, Renan e Joel (Danilo); Jr. Paraíba (Jedson) e Igor (Marquinhos Birigui). Técnico - Gilmar Ferreira.

Arbitragem - Mauricio Aparecido Siqueira.

Renda e Público - não fornecidos

Fonte: http://www.futebolmatogrossense.com.br/


Estádio Governador José Fragelli, o "Verdão", que se candidata à sede da Copa 2014:


História

Iniciado em 1973, e com capacidade prevista para 50 mil pessoas e projeto arquitetônico de Silvano Wendel, o Verdão foi motivo de duras críticas à administração de Fragelli. Orçado em Cr$ 1.200.000,00, moeda da época, a obra que foi iniciada no Governo José Fragelli, seria finalmente concluída em 1976, já na administração José Garcia Neto.

No dia 12 de março de 1975, a equipe do Fluminense e a Seleção de Cuiabá se enfrentaram na partida que comemorava a conclusão parcial das obras, quando na oportunidade a equipe de Cuiabá entrou para a história balançando pela primeira vez as redes do “Verdão”. No ano seguinte, 8 de abril, o estádio era finamente concluído com a presença do Flamengo e um quadrangular entre os clubes da capital, Mixto, Operário e Dom Bosco, assistido por mais de 44 mil torcedores.

Copa de 2014

O estádio representa Cuiabá para ser candidata a ser sub-sede da Copa de 2014 no Brasil.

Fonte: Wikipedia


Localização desta coordenada no Mundo


Título:
Estádio Gov. José Fragelli - O Verdão

Descrição: Estádio Governador José Fragelli, também conhecido como Estádio Verdão. Localizado à Av. Agrícola Paes de Barros, no bairro com o mesmo nome, Verdão. Um belo ponto turístico de Cuiabá.

Coordenadas: -15.603020, -56.120849 (Latitude, Longitude)

Cidade: Cuiabá

Estado: Mato Grosso

País: Brasil

Fonte: PontosBR

2 comentários:

Francy´s Oliva disse...

Adorei seu comentário lá no meu blog que é apenas um meio de divulgação das coisas que eu faço e gosto. Seus blogs são bem legais, um diferente do outro, mas você tem razão, o que eu mais gostei foi do Flainando, mas vou linkar todos os outros por lá também. Eu não conheço Mato Grosso, mas nem São Paulo eu conheço direito. Morei um bom tempo em Portugal e conheço mais lá que por aqui.
Bem, obrigada por sua visita e vamos sim, diminuir as nossas distâncias.

Ps. Aquele selos que fez para a Lu são a cara dela. Ela colocou no novo blog lá no wordpress.

Renata Emy disse...

Hey, não sabia que o Papai Noel estava assistindo o "Crássico dos milhão"!

Haushaushauhuahsuahs... =P