Deixe um recado pra mim...

Encontre o que procura...

Google

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

UFMT: Medicina é o melhor curso do país!

NOTA BOA PARA UFMT:

Medicina é o melhor curso do país


O curso de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) é o melhor do país. Os alunos que participaram da prova do Exame Nacional de Desempenho de Estudante (Enade) alcançaram a média 77,1. O número está acima da nota dos acadêmicos das universidades federais de Porto Alegre e Rio Grande do Sul. A provas foram aplicadas em 2007 e o resultado divulgado ontem pelo Ministério da Educação. No ano de 2006, os acadêmicos de Medicina também foram os melhores colocados.

No índice geral da avaliação, o curso também está entre os 25 melhores do Brasil. O conceito preliminar é calculado com base no Índice de Desempenho (IDD), que avalia quanto conhecimento o aluno agregou, bem como o Conceito Preliminar do Curso (CPC), responsável pela infra-estrutura, corpo docente e projeto político-pedagógico das instituições.

O reitor Paulo Speller disse que o resultado positivo é um reflexo dos investimentos realizados na instituição para a melhoria de laboratórios, aquisição de livros e qualificação dos professores.

Os cursos de graduação de Serviço Social, Nutrição e Enfermagem, dos campi Cuiabá e Rondonópolis também estão entre os 25 melhores do país. Participaram do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 3.239 cursos e, conforme Speller, a colocação da universidade mostra a credibilidade da instituição e ajudará na captação de recursos para financiar a expansão dos serviços e projetos acadêmicos.

A UFMT oferece 19 cursos para 20 mil alunos, divididos em 4 campi. Além dos cinco classificados em primeiro lugar no conceito geral, o curso de Farmácia do campus do Médio Araguaia e Veterinária de Cuiabá alcançaram a nota geral 4.

Agronomia, Educação Física e Zootecnia, de Rondonópolis tiveram índice 3 e os demais cursos não conseguiram conceito porque foram abertos recentemente e não possuem turma de formandos, público alvo das provas. Outro motivo são as turmas especiais, que são formadas em parceria com prefeituras e não possuem turmas periódicas.

Investimentos - A UFMT construirá um novo hospital universitário com 250 leitos para substituir o Julio Müller. A obra ainda não tem data para começar e segundo o reitor, o governo estadual garantiu a doação de um terreno de 30 hectares.


PARABÉNS UFMT! PARABÉNS MEDICINA!

ESTAMOS TODOS ORGULHOSOS DE VOCÊS!


2 comentários:

Mirian Martins disse...

Oscar,
Que notícia boa!!!
Parabéns a todo o corpo da instituição: discentes, docentes, técnicos, enfim, todos envolvidos: o mérito é de vocês!!!!
Abraço.

P.S.: Leva essa lá pro Gente Sem Saude!

NaturePlanet disse...

Osc@r!!!
Tem dois prêmios pra este blog regional maravilhoso la no meu blog!
Abraço